Carros de Competição: Lada Niva Poch

O Lada Niva Poch, tem uma história semelhante ao do Pajero Evo, começou como um Niva preparado para corridas, e aos poucos foi evoluindo na mecânica, enquanto o desenho seguia o mesmo. Em 1978 começaram os preparativos pra a participação da Lada no Dakar em 1980, e a importadora francesa Poch (que trazia a marca para a França) foi encarregada da preparação. A cilindrada do motor, assim como a potência foi aumentada gradualmente, dos 1.6 originais e 110CV passou para 1.8 com 140CV com peças Strakit, depois passou para 2.0 com potência variando de 150CV até 160CV. Em 1983 o motor original foi trocado por um Maurelec de 2.5cc com potência de 180 até 215CV. No ano seguinte passou a usar a caixa de marchas do Peugeot 505 turbo e um motor ROC de 2.4cc com potência de 290CV usado em alguns carros de Fórmula 2, mas esse motor era frágil para uma competição como o Dakar, e no ano seguinte foi substituído por um PRL V6 central de 3.5cc e 270CV. Em 1986 retornaram aos ROC, dessa vez um 280 com 310CV. Os Lada Niva Poch foram aposentados em 1988, e em 1990 a Poch começou o desenvolvimento do Samara T3. A Lada criou o Niva T3 mas dessa vez com desenvolvimento próprio, um sucessor vitorioso para um carro vitorioso.

Deixe uma resposta