Carros de Competição: VW 1300L “Gaúcha Car”

Em finais de 1978, começou aquele que seria o maior rali da América Latina, o Rallye Internacional Vuelta a la América del Sud, que cruzava 10 países (Argentina, Uruguai, Paraguai, Brasil, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, e Chile) e mais de 28 mil quilômetros de percurso. E dois VW 1300 foram inscritos pela equipe Gaúcha Car com apoio da Volkswagen do Brasil (que perparou o motor dos carros) para a prova, e seguiram para Buenos Aires, onde era a largada/chegada da prova, que durou 39 dias. Com bastante dificuldade, 22 carros terminaram a prova, dos 57 que largaram. Entre esses, os dois carros brasileiros, que terminaram em 1º e 2º na classe A (para carros até 1.300cc) e terminando em 16º e 19º na geral. Em comemoração aos 30 anos do feito, o carro número 110 (vencedor da classe) foi reformado e posto em exibição no Museu de Tecnologia da ULBRA no Rio Grande do Sul, e lançado um livro sobre a prova Rallye Volta da Améria 1978-2008, escrito por Paulo Torino e Renato Pastro.

Deixe uma resposta