Carros de Competição: Puma GT 1800 Rallye

Em 1971, ocorre o 1º Rally da Integração Nacional, para veículos fabricados no Brasil, e a Puma inscreve um Puma GT modificado para o evento, que deu origem a uma versão de seu carro esportivo. O GT Rallye se diferenciava do modelo padrão por contar com motor com cilindrada aumentada para 1800cc, cárter-seco, com reservatório de óleo ao lado do motor, radiadores de óleo na dianteira, dupla carburação (Solex 40), e caixa de marcha mais longa (a mesma do VW SP2). Tal veneno (muita coisa já era oferecida pela própria marca através dos famosos kits PUMAKIT) rendeu não só a vitória da prova, mas um convite para participarem naquele mesmo ano do TAP Rallye de Portugal!! A dupla Jan Balder/Alfred Maslowski, infelizmente não teve tanta sorte na prova européia, onde devido ao apoio precário e falta de experiência nesse tipo de prova, abandonaram na metade do rali.

fontes: Puma Classic, Saloma

Deixe uma resposta