Carros de Competição: Ferrari 288 GTO

Com o interesse crescente nos ralis, uma marca foi puxando a outra para competir de forma oficial. Em meados da década de 1980, a Porsche resolve entrar de forma oficial, e a Ferrari, para não ficar atrás, também cogita colocar o pé na terra. E começa a trabalhar no modelo 288 GTO. Uma modificação da 308 GTB, que já era usada em ralis de asfalto, contava com um motor 2.8 (diminuiram os 3.0 originais) com duas turbinas IHI, contava com 400 HP, sendo um carro com bastante potencial de vencedor. Mas ao contrário de seu rival, o Porsche 959, possuía ainda tração traseira. E ao contrário do carro alemão, não chegou a competir, suas 272 unidades usadas como carros de rua. Teoricamente, não ficava muito atrás dos carros top do Grupo B de segunda geração, excetuando a ausência de tração nas quatro rodas. Teve uma evolução, o 288 GTO Evoluzione, que serviu de base para o desenvolvimento da Ferrari F40.

Ferrari 288 GTO Evoluzione, base para a Ferrari F40

Deixe uma resposta