Carros de Competição: Alpine-Renault A310

O Alpine A310 foi o substituto do lendário A110, que já sentia o peso da idade e a força dos concorrentes. O Alpine A310 inicialmente era motorizado por uma versão Gordini do motor do Renault 17, com 125 HP munido com duas Weber 45 duplas. Mas esse motor não era adequado para competições, demasiado fraco, o Alpine não fazia frente aos competidores internacionais, e a Renault, parceira de longa data da Alpine, já não estava mais interessada em ralis e o apoio era cada vez menor. E, assim como seu antecessor, foi usado em competições de pista e em ralis com razoável sucesso. No caso do A310, veio com a adoção do motor PRV V6, com 2 Weber 46 de corpo triplo, que aumentavam a potência para 150 HP aproximadamente, mais tarde a coisa melhorava com a substituição por três Weber 42 que resultou em 193 HP. Foi o último carro de ralis da Alpine, que se despediu dos ralis com a vitória no campeonato francês de rali em 1977 com Guy Frequelin.

Deixe uma resposta