Carros de Competição: BRM P67

Em 1964, a BRM ficou interessada na tecnologia do Ferguson P99 e decidiu adiquirir o sistema e ter seu carro 4×4 de Fórmula 1. A equação era: chassi do BRM P261 + suspensão do BRM P57 + motor do BRM P56 montado “ao contrário” + sistema Ferguson = BRM P67. O P67 teve vida breve, a equipe o usou somente no GP da Inglaterra de 1964 como terceiro carro, com um piloto estreante, Richard Attwood, que se classificou em último mas não chegou a largar por desistência da própria equipe. Na verdade eles estavam mais preocupados com o novo regulamento de motores e desenvolveram um motor em H que poderia ser usado com o carro 4×4, mas ambas as coisas deram errado para a equipe e retornaram para os carros convencionais. O P67 teve mais sucesso em provas de subida de montanha.

Deixe uma resposta