Carros de Competição: Tatra 603-2

O Tatra T603 foi lançado para substituir o T600 Tatraplan, em 1956. O carro contava com o design bastante arrojado, característico dos projetos do Departamento de Design de Bratislava, onde a frente reunia os faróis (inicialmente três) atrás de um vidro, onde num carro normal haveria uma grade. Devido aos planos do Partido Comunista, os Tatra eram destinados somente para figurões políticos e capitães de indústria (sim…havia isso no mundo comunista também). Poucos vazaram no mundo ocidental, ou eram deixados depois de alguma exibição, ou os que eram usados pelos consulados checos. Numa dessas feiras, em Wiesbaden em 1959, o T603 recebeu uma Fita Dourada pelo seu desenho e elegância das linhas.

Blá, blá blá…agora começa a parte interessante..hehehe. Antes de lançarem a segunda geração do T603, resolveram mostrar ao mundo o potencial dos Tatra, pra isso, se inscrevem no Rali de Monte Carlo de 1960 com um modelo que seria lançado três anos depois!!!! Depois disso, correm em alguns ralis na cortina de ferro, e em 1967 participam da Marathon de la Route, uma corrida de 84 horas de duração em Nürburgirng onde fatura  as três primeiras posições na classe, e o 3º,4º e 5º lugares gerais, perdendo apenas para o Ford Lotus Cortina de Jacky Ickx e Gilbert Stapelaere e a BMW 1800 TISA de Nicolas Koob e Dino Pizznato.
As versões de competição foram feitas até 1968. Mecânicamente era um T603 normal, com preparação para levar o motor V8 traseiro de 2.472cc dos 105 HP originais para 190HP, além de trocarem os carburadores Jikov originais por 2 carburadores Weber 35 duplos.

Deixe uma resposta