Tom Walkinshaw Racing

Fundada em 1976 pelo piloto britânico de turismo Tom Walkinshaw (17/11/1946 – 12/12/2010), a TWR – Tom Walkinshaw Racing logo se tornou uma equipe de ponta e respeitada no turismo.
 


Começou preparando alguns BMW para campeonatos locais, e logo chamou a atenção do pessoal da Mazda, que proporam uma parceria para a equipe se tornar a representante oficial da marca no campeonato inglês de turismo. Os Mazda RX-7 TWR se mostraram vencedores, nas mãos de Win Percy levaram os campeonatos de 1980 e 1981, e nas mãos do próprio chefe, venceram as 24H de Spa-Francorchamps de 1981.

Mazda RX7
Mazda RX-7 vencedor das 24H de Spa de 1981

1982 começou com uma vitória no Dakar, com a Range Rover de René Metge, preparada pela equipe, isso levou a uma parceria com o grupo British Leyland, proprietário das marcas Rover e Jaguar. Com isso, a TWR tinha dois carros, o Jaguar XJS no BTCC e um Rover Vitesse 3500 SD no ETCC, o campeonato europeu, além da vitória em Bathrust 1000 com um Jaguar em 1985. O sucesso da parceria foi tão grande que a Jaguar os convidou para desenvolver um protótipo Gr.C para o Mundial de Marcas e a IMSA GT, além de resultar na criação da Jaguar Sports. Após o sucesso dos XJR no campeonato de Endurance, a TWR auxiliou na criação do superesportivo da marca, o XJ220.

Range Rover vencedor do Dakar de 1981
Range Rover vencedor do Dakar de 1981

 Jaguar XJS
Jaguar XJS, vencedor do BTCC de 1984 e da edição de 1985 da Bathrust 1000

Rover Vitesse 3500 SD
Rover Vitesse utilizado no ETCC


Após o final da parceria com a Jaguar, a equipe participou do desenvolvimento do Aston Martin DB7, e firmou novas parcerias com a australiana Holden, criando a HSV – Holden Special Vehicles.
No endurance, com a saída da Jaguar, a TWR ainda desenvolveu o Mazda MXR01 do Mundial de protótipos, baseado nos últimos Jaguar XJR, com bons resultados, mas fraco perante os Peugeot 905 e os Toyota TS010. Além do TWR WSC-95, vendido para a Porsche em 1995. Nessa época também, Tom Walkinshaw passou a enveredar nos monopostos, entrou como diretor de engenharia da Benetton em 1991, fez uma tímida passagem pela F3000 em 1993 com Jordi Gené a bordo de um Reynard-Ford, em 1995, comprou metade da Ligier, planejando levar sua equipe pra F1, mas acabou desistindo do negócio e dois anos mais tarde comprava a Arrows. Ainda na metade da década de 1990, a TWR se juntou com a Volvo para retornar ao BTCC, com a 850 Estate. Rompeu paradigmas com o carro, primeiro pelo formato, era uma Station Wagon num campeonato de sedãs pequenos em sua maioria; outro fator, o carro não era nada aerodinâmico. O carro foi um sucesso, mas breve. Após os 850, a TWR preparou os substitutos S40 e S40R. Fora das pistas a equipe de Leafield auxiliou na criação do esportivo C70.

Jaguar XJR9 usado no mundial de protótipos
Jaguar XJR9 utilizado no Mundial de Protótipos

Jaguar XJR9 IMSA
Jaguar XJR9 utilizado no IMSA

 Mazda MXR-01 utilizado no Mundial de Endurance
Mazda MXR-01 utilizado no Mudial de Protótipos em 1992, baseado no Jaguar XJR14

 Volvo 850 Estate utilizado no BTCC entre 1994 e 1996
Volvo 850 Estate, a Station Wagon utilizada no BTCC

WSC-95 vendido para a Joest Porsche
WSC-95 vencedor das 24H de Le Mans de 1996 e 1997

Em finais da década de 1990, a Nissan procurou a equipe para a criação de um GT para endurance, o resultado foi o Nissan R390 GT1, usado nas 24H de Le Mans de 1997 e 1998, sendo o último protótipo de endurance da equipe. A TWR ainda participou do desenvolvimento de um substituto par ao Rover 45, mas por falta de verbas, o projeto foi cancelado. Com a falência da Arrows, a TWR fechou as portas em 2002, mas de certa forma não foi o fim da equipe…Tom Walkinshaw se mudou para a Austrália onde criou a Walkinshaw Performance, que fazia os carros da Holden para o V8 Superstars.

A compra da Arrows, um fracasso a longo prazo
A compra da equipe Arrows de F1 provou ser um desastre a longo prazo.

Nissan R390 GT1, o último dos protótipos da TWR
Nissan R390 GT1 utilizado nas 24H de Le Mans de 1997 e 1998

Fontes: Wikipedia, Speedhunters

Deixe uma resposta