Scuderia Filipinetti

Fundada em Genebra em 1962 por Georges Filipinetti e Henri-François Berchet, a equipe foi criada para dar suporte à Jo Stiffert no automobilismo internacional, acabou contando com Jim Clark, Phill Hill e Ronnie Peterson como pilotos.

 

A Participação da equipe na F1 foi breve, entre 1962 e 1963, e em apenas 7 provas com Lotus 21-Climax, Lotus 24-BRM, e Porsche 718. Após o desligamento de Jo Siffert, a equipe se fixou no Mundial de Protótipos. Seus carros vermelhos e brancos são lendários. Basicamente a equipe correu com Ferraris (na maioria), FIAT X1/9 preparado por eles, Shelby Daytona Coupé, e o mais marcante de todos, um Corvette L88 preparado pelo próprio Zora Arkus-Duntov! Esse ‘vette fez história, não só para equipe suiça, mas como foi o único chassi a participar das 24H de Le Mans 5 vezes consecutivas!!!!! Entre 1968 e 1973!


Em 1970, a equipe mudou a sede para Formigine, comuna italiana de Modena, depois de acordos com a Ferrari e a FIAT para correrem com seus respectivos carros no Mundial de Sport Protótipos e campeonatos de turismo respectivamente. Dessa união nasceu o FIAT 128 Stradale, versão utilizada em ralis, enquanto os 128 Coupé eram destinados às pistas. Nas corridas de longa duração a equipe contava com Ferraris 512 e 365 GTB, além de uma 312P. Mas a morte de Georges em 1973, com a falta de interesse de seu filho em manter a equipe, decretou o fim da equipe suíça.



Deixe uma resposta