Citroën BX 4TC

O Citroën BX 4TC, teoricamente seria um matador nos ralis, jantaria Lancias, Audis e Peugeots com facilidade. Mas ao contrário de seu antecessor o pequeno e fraco Visa 1000 Pistes, foi um dos maiores fiascos da categoria. Chegou com conceitos da primeira geração do Grupo B, como chassi monocoque e motor dianteiro, enquanto os rivais top possuiam estruturas tubulares e motor central. Sua durabilidade era fraca, de 15 ralis (3 eventos WRC) abandonou 13. Nem sua evolução conseguiu reverter o jogo a favor da Citröen, dos 20 carros (BX4TC Evo) apenas 5 sobreviveram. Outro fator que culminou no fracasso do projeto foi a homologação ter saido em 1986. Mas a marca seguiu em frente na categoria, e dessa vez emplacando em seguida três carros vitoriosos em ralies, o ZX , o Xsara T4 e o atual C4.

Deixe uma resposta