Indian Chief

quem gosta de motos, acha as CBR, Ninja, R1, etc o máximo…que conhece motos as acham boas motos de corrida, mas sonham com Harley-Davison e Indian…

 

 

A vovó das fotos, em seus dias de glória aloprou muitas Harley-Davison nos seu tempo de ninfeta. A Indian Chief foi A moto por quase toda a primeira metade do século XX. Foi lançada na década de 1920 junto com a Indian Scout, embora a Scout fosse legal e com um visual que impunha respeito, a Chief era mais presença com seus paralamas maiores graças ao estilo art-déco e motor mais forte.

Na época da Segunda Guerra Mundial, a Indian praticamente se tornou fornecedora exclusiva do Estado-Maior norte-americano, além de ter suprido os franceses com nada menos do que 5.000 Chiefs com sidecar. Nisso, a Indian praticamente saiu do mercado, o que após a Segunda Guerra praticamente marcou seu fim. Em 1945, a marca foi comprada e luta pra retornar ao mercado. Em 1948, Floyd Emde com uma Chief ganha a Daytona 200. A década de 1950 sela o destino da Indian, a Chief retorna em 1951 com novo motor, mas as vendas não são o suficiente e a produção para em 1953.

O fim, para muitas marcas sim, mas não para a Indian! Em 1999 ela retorna ao mercado, após uma sucessão de donos e problemas com direitos e marca.  A produção vai até 2003 quando a nova administração começa a ter problemas, mas logo no ano seguinte, novos investidores tomam conta da marca, comprando todos os direitos e propriedade intelectual, e a Chief volta às ruas em 2008, com o mesmo layout, motor V2 e estilo dos velhos tempos. Como dizem, devemos sempre respeitar os mais velhos…

fonte: Indian Motorcycle

Deixe uma resposta