NAMI 0290

Em finais da década de 1980, o Instituto Central de Pesquisa e Desenvolvimento para Automóveis e Motores Automotivos NAMI na então URSS, desenvolveu um modelo para correr no Rali do Faraós (Egito).


O carro contava com peças provenientes de vários carros de fabricação soviética. O motor era o 1.600cc do Lada 2107 Zhiguli com a adição de uma turbina Mitsubishi, resultando em 180HP e máxima de 210 km/h. Tração 4×4 permanente, diferencial viscoso com divisão de torque de 50% para cada eixo. Outras peças provenientes de carros de rua eram as portas do ZAZ Tavria, as lanternas traseiras e as rodas de aço estampado de 13″ do Lada 2108 Samara. O projeto Appelsin (laranja em russo) foi razoavelmente bem sucedido, sendo um carro bastante competitivo em provas de Cross-Country. Foi idealizado para competir ao lado do Samara T3, mas não tão bem sucedido como o protótipo Lada. Em 1991 seria substituído pelo 0300 que era uma evolução do projeto Appelsin com motor 2300cc de quatro cilindros 16v e 180HP que acabou sendo repassado para os modelos GAZ russos.

fonte: AutoSoviet

Deixe uma resposta