Honda NXR

Após a vitória de Ciryl Neveu em 1982 com uma Honda XR550, a marca japonesa se animou e em 1986, com uma moto feita pela HRC (divisão de competições) quebrou a hegemonia alemã de vitórias no Paris-Dakar. Ciryl Neveu e a NXR750 estabeleceram novos parâmetros no cross-country.



Com um motor V2 de 779cc 4 válvulas, e um câmbio de 6 marchas, foi feita exclusivamente para o rally, e levou a vitória quatro vezes consecutivas, Ciryl Neveu (1986 e 1987), Edi Orioli (1988) e Gilles Lalay (1989). Após 1989, a Honda se retira do Dakar oficialmente, a partir daí, a Yamaha passa a dominar com a Ténéré.




>

fonte: motorcyclespecs.co.za

Deixe uma resposta