UMM Cournil

Os UMM participaram do Dakar no início da década de 1980, entre 1982-1985 para ser mais exato. Eram concorrentes do Portaro no mercado interno e opções nacionais para veículos off-road no mercado português.

 

 

A participação dos UMM no Dakar foi excepcional, em três ocasiões (1982,1983,1984) todos os carros inscritos terminaram a prova. Somente em 1985 quando foram preparados na França e inscritos de forma privada, não terminaram a prova. Os UMM de Cross-Country eram praticamente os modelos de mercado, logicamente, com todos os equipamentos e reforços necessários para esse tipo de competição. A diferença era só na motorização: o polêmico PRV V6 2.664cc de 165 HP; um Peugeot-Renault L4 2.150cc de 118 HP; e o Peugeot diesel L4 2.500cc. Um caso interessante sobre os UMM do Dakar, foi quando José Megre (ex-piloto oficial da marca) resolveu fazer uma réplica do modelo utilizado em 1983, que havia sido vendido após a prova, e quando comprou um UMM para servir de base, havia adquirido o próprio carro com que correra!





Deixe uma resposta