Citadinos

Carros urbanos não são feitos para serem rápidos, mas para serem ágeis no trânsito caótico das grandes metrópoles atuais. são pequenos e geralmente para 4 passageiros no máximo

Volkswagen Sedan

VW Käfer, Beetle, Carocha, Coccinelle, Fusca, Sedan…etc. Em vários nomes para o mesmo carro em vários países. O carro é resultado de um projeto da década de 30, o KdF-wagen, criado por Ferdinand Porsche. O carro é simples, funcional e com um desenho que atravessou 50 anos com poucas modificações estéticas. Não há muito o que falar sobre ele, é um clássico, um ícone, uma lenda do mundo automotivo.

IFA Sachsenring Trabant

O Trabant é um ícone da cultura socialista, era o carro popular da Alemanha Oriental, foi fabricado pela Sachsenring, uma das fábricas da IFA – Industrieverband Fahrzeugbau, o complexo responsável pela fabricação de veículos do país. A mecânica era baseada na do DKW pré-guerra, com carroceria de duroplast, um composto de fibra de algodão e de vidro desenvolvido na época pois havia racionamento de aço. O simpático carrinho ficou famoso na época da queda do Muro de Berlim, e após a onda de Ostalgie virou simbolo cult.

FIAT 500

O FIAT 500 foi um carro símbolo da Itália, bastante popular e acessível, era um pouco mais caro na época que uma motocicleta, e ágil o bastante para se desolcar pelas ruas estreitas

Smart Fortwo

Resultado de uma parceria nada usual, a famosa marca de relógios suiços Swatch e a Mercedes-Benz. O Swatch foi logo um sucesso, carro pequeno, extremamente fácil de manobrar (você pode estacionar em QUALQUER vaga tanto na longitudinal quanto na transversal!!!!!!) e usava o mesmo estilo informal e jovem dos relógios Swatch, inclusive em divulgações do carro como se fosse um carrinho de brinquedo.

Gurgel BR-800

O Gurgel BR800 foi o carro certo no momento errado , seu projeto inicial, o CENA (Carro Econômico NAcional) previa dois modelos: um com 800 cilindradas e outro com 280, esse último foi vetado, mas como a meta era criar um carro abaixo de um preço limite, muitas coisas que fariam dele ser mais ágil tiveram que ser mudadas entre o protótipo e o modelo de produção para baratear a produção, como o uso de peças compartilhadas de outros carros da época. Também trouxe algumas inovações, como um motor sem correias ou correntes, mas durou pouco.

BMC Mini

Um carro que dispensa comentários, o Mini, famoso nas telas por ser o carro do Mr. Bean, e pelo filme “The Italian Job”, foi um ícone britânico na década de 1960. Um dos carros mais populares do mundo

Citroën 2CV

O 2CV é um símbolo da França, assim como a Torre Eiffel, os vinhedos e blá blá blá. Assim como o Volkswagen, sobreviveu à 2ª Guerra Mundial, e se estabeleceu como carro das massas. O charmoso carro ficou em produção até 1990. Um dos carros mais longevos da história, com quase 40 anos de produção. Oh là là!

Tata Nano

O Tata Nano foi amplamente divulgado como o carro mais barato do mundo. Ideal para o mercado indiano e de alguns países africanos. Foi criado para competir com as motos e scooters, bastatnte populares na Índia. O Segredo do sucesso do Nano foi em eliminar tudo o que é supérfluo. Não tem som; o acesso ao porta-malas se dá somente por dentro do carro; motor 600cm³ bicilíndrico; um retrovisor interno somente; um limpador de pára-brisa; e rodas com três parafusos…

 

Renault Dauphine

O Renault Dauphine era o substituto do 4CV, tinha um porte um pouco maior, mas era no mesmo porte. Tinha boa estabilidade, confortável, e espaço pra bagagem no porta-malas dianteiro. Mas seus pontos fracos eram o desempenho e a robustez.

DAF 600

O DAF 600 parece um carro citadino padrão do final dos anos 1950 e início dos anos 1960. Mas esse carro padrão, trouxe uma revolução, Transmissão Continuamente Variável!!!! Aliás, na curta história da DAF, todos os carros vinham com transmissão CVT…coisa que até hoje as marcas vem adotando num ou noutro carro.

Glas Goggomobil

O Goggomobil foi um dos primeiros carros populares da Europa pós guerra. Tinha um motor de 250cm³ e transmissão com seletor elétrico. e Um design que parecia uma caricatura =P

Nash Metropolitan

O Nash Metropolitan veio na época do American Dream, e a ideia era fazer um carro pequeno, num ambiente onde size matters! Como os americanos faziam carros grandes, resolveram fazer um carro grande em escala reduzida, e aí está o Metropolitan, que tem entre-eixos menor que o do Volkswagen Sedan!

Iso Isetta

Um carro que sempre dá o que falar. Foi feito sob licença em vários países com Brasil, França, Alemanha e Grã-Bretanha. Teoricamente foi o primeiro carro a ser fabricado no Brasil. Mas pelo Código Nacional de Trânsito, não era considerado um carro, pois não possuía duas portas.

NSU Prinz

A NSU é famosa por suas motos, na época do pós-guerra, enveredou na produção de automóveis. O Prinz foi seu primeiro carro como todos os carros do período…motor traseiro de baixa cilindrada, porte pequeno, etc…mas deu origem ao NSU Prinz TTS, um clássico das pistas.

Mazda Carol

O Mazda Carol foi o primeiro carro para 4 pessoas feito pela Mazda. Lançado no início da década de 1960, foi também um dos primeiros kei cars japoneses, classe criada no final da 2ª Guerra Mundial  para estimular a produção de carros de pequeno porte para as cidades.

Deixe uma resposta